Tem gente ganhando dinheiro com o medo prévio da varíola…

No final do mês passado, o portal Unlimted Hangout publicou um artigo bastante interessante a respeito dos grupos que estão capitalizando sobre o cenário prévio de pânico que a mídia corporativa tem tentado gerar em torno da possibilidade da varíola dos macacos tornar-se uma nova pandemia global, o que, independente do rumo que a doença tomar, já está gerando ganho para alguns grupos financeiros.

O artigo expõe o fato de que a SIGA Technologies e a Emergent BioSolutions já estão ganhando dinheiro com o mero medo prévio da pandemia, posto que suas ações tem se valorizado pelo fato de serem empresas que atuam com medicamentos que combatem a varíola, o que poderia ser mero acaso se o Unlimted Hangout não tivesse exposto uma série de circunstâncias e conexões políticas que deixam uma pulga atrás da orelha de qualquer um.

Acrescento (à discussão do Unlimited Hangout) o fato de que a estrutura acionária das duas empresas possui (algo que não é nenhuma novidade) grandes tubarões do mundo acionário, tais como BlackRock e Vanguard, gestores de ativos que possuem ações de redes sociais e de meios de comunicação, de forma que podem puxar muitas alavancas para produzir um cenário social sobre o qual possam capitalizar.

O artigo traz a valiosa informação de que em 2021 as duas empresas já capitalizaram sobre a fala de Bill Gates a respeito de uma possível nova pandemia ser produto de bioterrorismo associado à disseminação da varíola, o que torna-se ainda mais suspeito quando o portal expõe o fato de que o dono da SIGA Technologies tem relações estreitas com Jeffrey Epstein, figura também muito próxima a Bill Gates (e que estava à frente da polêmica mansão que lidava com prostituição de menores como forma de montar ferramentas para chantagear políticos e empresários).

O fato da SIGA Technologies atuar no ramo de segurança sanitária faz com que seja evidente que ela só se tornará lucrativa se houver a emergência de algum risco sanitário, de forma que apenas situações como as que estamos vivendo é que disparam processos que tornam a SIGA viável economicamente, facilitando o estabelecimento de contratos do governo dos Estados Unidos com a empresa.

O artigo explora o fato de que o dono da SIGA Technologies ganhou muita projeção nos governo Obama (de quem Biden era o vice), inclusive sendo um investidor de campanha dos Democratas, e de que o empresário também tinha conexões com Bill Clinton (tendo também ganhado projeção e dinheiro quando ele foi presidente), o que torna tudo ainda mais nebuloso, já que Bill Clinton também era um frequentador dos círculos de Jeffrey Epstein.

Por outro lado, a Emergent BioSolutions também tem conexões estranhas apresentadas pelo artigo, já que esteve envolvida em contratos de pesquisa com o governo (embora a empresa tivesse outro nome no início do século XXI) para o desenvolvimento de uma vacina contra o Antraz, lembrando que o Pentágono investiu dinheiro em pesquisas com o Antraz para o desenvolvimento de uma arma biológica (assim como os casos de Antraz ajudaram a plantar a semente do pânico sanitário nos Estados Unidos).

Clique aqui para acessar o artigo citado no texto.

A seguir, vídeo discutindo o assunto abordado no texto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s